2 de outubro de 2013

Enigma de seios sob véus transparentes



Desafio Poético com Imagem - Arte: Dariusz Klimczak.j


Homem nada:

Um menino
Cujo solo é
A mão suspensa
Da mãe-enigma.

No devaneio
Anseia por galáxias
De peitos encobertos
Como se fosse o longe
Onde pudesse chegar.

E ela está lá
Inserida em outro
Mistério maior
Que o menino só
Desvendará quando
Crescer e for poeta.

 

12 comentários:

José Carlos Sant Anna disse...

Essa metáfora para explicar o mistério da poesia ou mistério da criação. O criador é sempre um menino que cresce à medida que desenvolve suas potencialidades. E muito interessante o caminho que você percorre para ler as imagens. É uma experiência rica para o olhar: do seu e do leitor.
Beijos, minha querida Tania,

Adri Aleixo disse...

Uma leitura deliciosa!

Beijo, Taninha!!!

Assis Freitas disse...

de torar, desde o título
que achado




beijoo

Joelma B. disse...

Tenho pra mim que esta mãe-enigma é a poesia...

lindo teu olhar!

beijos, taninha!
<3

cirandeira disse...

Cada vez que leio um poema teu encontro um novo enigma, um outro desafio para a minha massa cinzenta, que começa a ficar esbranquiçada :)

beijos, querida!

Lu Cidreira disse...

Realmente é um desafio refletir seu poema, dodos acham que é um enigma, porém, tenho a certeza que é o real alimente da alma.
Abraço

jorge pimenta disse...

poesia e epifanias no mistério maior da idade.

lindo, taninha! beijos!

Leonardo B. disse...


[esse homem

ainda
criança inacabada.]

um imenso abraço, Tania
imenso!

Lb

Cris de Souza disse...

Em devaneios
Anseio
O que suponho

...


Beijo, violeta rara!

Fred Caju disse...

Muito bom! A galáxias dos seios encobertos foi uma figura incrível no poema, talvez nela mistério da via láctea. Abração!

Teresa Alves disse...

Amadurecer com poesia... um desafio, sem dúvida, imprescindível.


Excelente.

jose reginaldo disse...

As Mãos que seguram,dão base e sustentação,um tema muito familiar a você Tania.Beijo querida!