28 de março de 2017

O Livro Mágico de Joana (XIV)








uma espécie
de amor
que é só
prelúdio
Alusão
Mais que
Ilusão
Silêncio
Sob invólucro
Adjetivo
Sem substantivo
Indícos
Artifícios
Febre primal
: Ama-se sem
Objeto, num
Discreto arfar
Do peito.

O Livro Mágico de Joana (XIII)








"Não há
Uma folha sequer
Que caia sem a
A permissão divina".
Não creio
Não cri
- Toda folha
Em si é dona
Do seu destino.
Divina era
A folha suspensa
Pelo sopro do vento.
Divino o alento de
Desprender-me da
Árvore e aprender
Sobre a Entrega,

O Livro Mágico de Joana (XII)








Benzedura
Que dê febre
Febre
Que dê coragem
Pra arder em
Toda idade
Pois pro Amor
Nunca que é tarde.

26 de março de 2017

O Livro Mágico de Joana (XI)








...O mais
Selvagem
Coito

...O mais viril
Dos Gozos

A Fêmea
A Lira orgástica

Orgânico canto

- O Grito que
Pariu galáxias
      :
Mulher
- Debruça-te sobre
A Via Láctea!