25 de maio de 2013

No ruflar das pálpebras







Arte: Marco Mazzoni


beijo
e fragrância:
te adivinharei.

olfativa
e gustativa
espera
de hálito
e de língua.

virás
e ruflarão
as pálpebras.

de néctar
e de pólen
se fará
o primeiro olhar.

e nos amaremos enfim.

8 comentários:

António Eduardo Lico disse...

Bela poesia.

Verso Aberto disse...

quantas palavras
para um único beijo

se um único beijo
transborda poesia?

belo Tânia
abs




José Carlos Sant Anna disse...

Abri os olhos no domingo pela manhã e encontrar este poema tentador, é voltar pra a cama e "fazer amor" (rs).
Beijos,

Assis Freitas disse...

de ruflar em ruflar
voo de pétalas


beijo

Eleonora Marino Duarte disse...

tão bonito, Tanita...

Márcia Luz disse...

Pela leitura, instaura-se uma bela fusão entre abstrato e concreto! A pele chega a arrepiar...

Lindo!

eurico portugal disse...

tão leve como esse ar de pele que se nos cola em suspiro.

beijinho!

Cris de Souza disse...

Boa sorte!!!