12 de janeiro de 2011

Hoje...

(Obrigada!)
Não há poema escrito
Somente a imagem
Da flor nas tuas mãos
E todos os meus nãos
Magicamente
Desabrochando em sins...

9 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Belíssimo, minha querida Tania!
Belíssimo!
Poema perfeito...
Você faz magia com palavras!
Enorme abraço, amiga!

Mila Lopes disse...

Flores nas mãos e delicadeza na escrita...
Lindo!

Bjs

Mila

Djabal disse...

Cacaso respondeu à sua poesia em "Processo":

"Agora floresço
a par e a tempo
de nova investida."

Não?
Beijos e felicidades.

Bloggirls disse...

Caramba! Um dia ainda hei de escrever assim, poucas palavras que expressam todos os sentimentos. Adorei! Montão de bjs e abraços
Elaine Barnes

Arnoldo Pimentel disse...

Muito bonito o poema e a imagem, parabéns.Beijos.

Assis Freitas disse...

dialética do não=sim,


beijo

*MARCIA E CARLOS* E LINDAS MENSAGENS disse...

Oi anjo

Hoje é um dia qualquer, mas... um Oi
mesmo que virtual já faz a diferença!!
Por isto estou aqui, para deixar
minha marquinha
em seu coração
dizendo:

Você é Muito Especial!!!

TENHA UMA TARDE MAGINIFICA !!!

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

a poética de uma solidão a três, duas criaturas e uma flor

Jorge Pimenta disse...

uma flor que ensina o sim sobre o cadáver da negação, enquanto a mão depõe pétalas sobre os telhados que habitamos. haverá maior poesia?...
um beijinho, abiblesquerida tânia!