6 de outubro de 2014

Gorjeios na voz de Assis Freitas

Um poema meu declamado pelo Mestre Assis Freitas



4 comentários:

Sandra Cristina de Carvalho disse...

Bela interpretação, Tania, com carisma, sentimento. Belo poema, bela voz!!!!
Paz e Luz!!!!

Graça Pires disse...

Gostei de ouvir o teu poema.
Beijo.

José Carlos Sant Anna disse...

Inatingível a superfície da representação de Assis!
Beijos, Tania!

J Ribas disse...

Poema belo com interpretação emocionante! Poesia no exato sentido da palavra! Abraço!