6 de setembro de 2013

Veneno




Desafio Poético com Imagens - Arte: Michael Bilotta



O antídoto
É a chave
Mas ele não sabe.

Saber dá medo
De ser deus.

8 comentários:

Adri Aleixo disse...

Hummm, adorei!

Beijo.

Fred Caju disse...

Eu tô cada vez mais convencido: todo deus é estático, e como considero o saber algo dinâmico, saio do teu poema sem concordar. Que bom, né?

Assis Freitas disse...

de torar



beijo

Cecília Romeu disse...

Taninha,
vim aqui especialmente para te agradecer pelas palavras na publicação que fiz em parceria com o nosso amigo Jorge Pimenta.

Estou dando uma pequena pausa na blogosfera, mas seguirei te acompanhando em leitura pelo blogroll e no faceb.

Grande beijo de luz para ti, pessoa linda!

jorge pimenta disse...

e eu que julgava ser sistematicamente acometido de pequenos medos!?...

maravilhosa esta poção de vida a que chamas veneno, taninha. beijos!

José Carlos Sant Anna disse...

Quem não sabe diz, quem sabe faz...
beijos, Tania!

Cris de Souza disse...

Poemaço! Tá que tá...

Beijão, violeta*

Cris de Souza disse...

Poemaço! Tá que tá...

Beijão, violeta*