31 de março de 2013

A gênese dos meus voos


 



quem me tirou
dos pés as asas
galgou degraus
em busca da gênese
dos meus voos.

voltou aturdido
diante do óbvio
mistério sagrado
das almas que
segredam a iniciação
dos pássaros e das mulheres.

6 comentários:

Luciana Marinho disse...

que bonito, tânia... que bonito.
bela metáfora das asas da alma, as que ninguém arranca.

abraços!

Leonardo B. disse...


[evocação ao sopro

que da semente do sopro
se faz palavra de mil e um
nós!]

um imenso abraço, Tania

Lb

Ira Buscacio disse...

dos pés a cabeça, toda mulher é mistério.

Taninha, minha queridona, essas imagens, que vc pesca tão bem, são pra lá de certeiras

obrigada, pela gênese dos meu vôos!
bj imenso, poeta

Assis Freitas disse...

pássaros e mulheres são volúpias aladas,



beijo

José María Souza Costa disse...

Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com



José Carlos Sant Anna disse...

Brilhante a gênese dos teus vôos, Tania, extravasando os limites substanciais.
Bjs,