14 de dezembro de 2010

Epifânica

Uma palavra epifânica
Beijou-me a boca
e partiu...

22 comentários:

Machado de Carlos disse...

Ela, uma aparição divinal, chegou, cumpriu sua tarefa e, em seguida partiu. A alma iluminada sempre vem e vai rapidamente.

Belíssima Postagem!

Obrigado pela bela companhia em meu blog!

Assis Freitas disse...

a breve iluminação, o gosto a saborear,


beijo

Shirley disse...

Entrei para ver e gostei do seu espaço, do seu poema, do jeito decidido com que escreve. Voltarei. Beijo!

Leonardo B. disse...

[mas é incontornável que o sabor fica gravado, vincado em sulco, por um espaço de tempo, intemporal... são as significantes infinitudes das palavras finitas]

um imenso abraço, Tânia

Leonardo B.

Rayuela disse...

qué maravilla!
texto breve, lúdico en color y forma, cerrado como un círculo.
me encantó!

besos*

Jorge Pimenta disse...

são assim as palavras... como as mulheres ou a boa poesia.
um beijinho! (sem fuga possível) :)

Denise disse...

Reveladora a palavra.

afagos

Ana Fenner disse...

e o sabor que ficou em mim ao ler, despertou o desejo de palavras escritas assim, lançadas ao vento.
Lindo
Beijos

Milena T. Soares disse...

Adorei o nome do blog, e suas poesias.
Sito-te
=*

Lua Nova disse...

Mas a revelação impressa no beijo, apreendido sabor, adoçará outras revelações que se farão na alma.
O violeta do teu blog sempre me envolve... delicioso.
Beijokas.

Rita Contreiras disse...

A essência fez-se materializada na beleza desse post. Bj

Zélia Guardiano disse...

Deslumbrante, Tania Regina!
Lindo, consiso, preciso, precioso...
Bravo!
Abraço apertado, minha querida!

Primeira Pessoa disse...

às vezes nem é beijo.
é sopro.

e nos parte ao meio.

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

o olhar da menina, e a sentença do texto me disse algo de frio essa noite

Wania disse...

Taninha querida


...e tua poesia ficou ecoando na minha mente! Sempre linda esta tua percepção poética, amiga!



Bom saber que estás por perto.
Bj carinhoso! Um Natal e um 2011 pleno de descobertas e de novos caminhos.

Eliana Mara Chiossi disse...

Muito bom esta "violetaria".
E as epifanias, sempre bem vindas!
Abraço

Eliana

Gabi disse...

Lembrou-me o dia em que li que uma boa tradução para a palavra inglesa "insight" é "epifania". E naquele tempo eu nem sabia que existia a palavra "epifania"...

lucidreira disse...

Deixou o sabor de um beijo, sonharás eternamente. Quem não gosta de sonhar suas lembranças.
Abraço

Pablo Rocha disse...

Sempre espero as vindas desta palavra, Tânia. Agora vejo que ela lhe é íntima demais. Show!

Beijos!

Bípede Falante disse...

E deixou um indescritível gosto! :)
bj.

Pólen Radioativo disse...

Para se alimentar com a beleza que tens em ti.

Lindo!

Beijo grande.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ai menina, que teve a força de um filme longa metragem!
adorei!