6 de maio de 2010

MÃE


Noite é Mãe
Negra e vasta
Deitada sobre o falo
Luminoso do sol.
Noite é
Mãe
De violáceo manto
E sedoso lençol
Que acolhe ébrios, poetas e loucos.
Mãe geme o seu gemido rouco
E estremece um mundo
que dorme.
Noite é
Mãe
Que apaga
As luzes excessivas da razão
E é também outonos
de semblantes ternos
Que semeiam na alma
A ilusão.

Tânia Contreiras


36 comentários:

Juan Moravagine Carneiro disse...

Noite é a mãe que nos hospeda,nos guia e nos aquece com seu brilho em madrugadas frias...

Leonardo B. disse...

[do seu útero emana a recordação de tudo o quisemos ser, e num grito esquecemos, acordando para o mundo]


um imenso abraço, Tânia

Leonardo B.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Cara amiga.

Penso que durante as noites
os sonhos crescem
nos braços das estrelas.
Sendo assim iluminam todas
as vidas,
apesar das inúmeras diferenças e estado
de espírito de cada uma.

Dias de paz para ti.

Tânia regina Contreiras disse...

Oi, Juan...Sim, esta é a Mãe, e a noite...
Que bom que veio!

Abraços,
Tânia

Tânia regina Contreiras disse...

Leonardo, doce presença na Casa da Imaginação. Sim, vem do útero os projetos dos sonhos.

Obriaga pela presença,
Beijos

Tânia regina Contreiras disse...

Aluisio, dias de paz para todos nós. Gratíssima pela presença.
Abraços e carinho.

Úrsula Avner disse...

Belo Tânia... Sempre muito bom "te ler"... Bj.

Tânia regina Contreiras disse...

Beijos, Úrsula, obriaga pela presença.

Cristiano Contreiras disse...

Mãe que é vastidão, sempre, em meu ser!

Machado de Carlos disse...

A Mãe é a Razão de tudo. A Mulher-mãe abriu nossos olhos para a vida.
Obrigado pela mensagem em meu blog.

pablorochapoesias.com disse...

Mãe é mãe... Uma palavra de significados inexplicáveis a cda realidade que vc colocou com sensibilidade gostosa nessa poesia cheia de luz (mesmo noite)...

Meu aplauso Tania!!

Beijos!

Efigênia Coutinho disse...

Tânia regina Contreiras

Adorei ler seus versos para Mãe, Mãe é mãe, e venho para desejar a voc6e e todas uma
FELIZ DIA DAS MÃES
com afeto,
Efigênia Coutinho
in New York

Tânia regina Contreiras disse...

Cris, Machado,Pablo e Efigência, sim, MÃE é tudo isso e mais, mesma a negra noite é mãe.
Grata pela presença de vocês.

Beijos

ventosnaprimavera disse...

Linda demais sua poesia, parabéns.Arnoldo Pimentel

Anônimo disse...

Então, querida amiga:

Assim como o Amor, sempre tive uma dificuldade incrível em traduzir o significado de Mãe...
E olha que não faltou ousadia de minha parte em tentar essa tradução, viu?

Enfim, mas se Mãe é "isso" que acabo de beber em suas palavras, em seu poema... vou, aqui no violeta, correr mais uma vez o risco de errar e dizer , publicamente, que Mãe é POESIA...
Mas, o que não é POESIA?
Acho que só a Mãe e voce poderá me ajudar nessa resposta...

Bjo.

Sam.

ju rigoni disse...

Poeta, mergulhei! E toda vez que subo para respirar tenho vontade de mergulhar de novo.

Sua noite é palavra que amanhece...

Bjs, Tânia, bom fim de semana. E inté!

Tânia regina Contreiras disse...

Arnoldo, muito agradecida pela visita.
Abraços a ti

Tânia regina Contreiras disse...

Sam, querido, tudo é poesia, se a deixa que a sensibilidade fale por nós, não? Minha homenagem às mães, fiz atraés da noite, vasta, negra, acoledora, nutridora. Bom sempre e sempre e sempre ter a sua presença aqui.
Beijos

Tânia regina Contreiras disse...

Ju, querida, obrigada pela visita, que me honra muito, adoro seus versos!

Beijos

Marcantonio disse...

Tânia, muito bonito. Na sua noite a sensibilidade, um sentido de veneração, uma doce nostalgia se encarnam nas palavras. Justamente porque ela "apaga as luzes excessívas da razão" (verso belo!), a noite oferece o seio do mistério poético,faz-se parto/porto de muita poesia bela, como essa sua metáfora noturna.

Abraços.

Tânia regina Contreiras disse...

Oi, Marquinho, estava te relendo hoje. Engraçado como palavras alheias ferilizam, dão sentido, acalmam. Essas outras formas de dizer, tão diferentes das minhas vozes, me acolhem.

Obrigada por você aqui.

abraços

Denise disse...

Me fez mergulhar na noite e mesmo em sua vasta escuridão senti-me acolhida.

incrivel sua capacidade com as palavras e sentimentos

adoro!

anita sereno disse...

podia ler e reler sem me cansar escreves de alma pura beijinhos meu anjo bom fim de semana

Tânia regina Contreiras disse...

Denise, beijos e fim de semana de luz..

Milhita disse...

Cheguei aqui, sentei-me, respirei fundo, e deixei-me ficar envolta em palavras que oferecem imagens, cores com cheiro de tempo e um espelhar de essência que os olhos não vêem
Gostei muito
Bom fim de semana

Assis Freitas disse...

A noite gesta o esquecimento, descansa o silêncio. Mãe embala sonhos e almas. Abraço

jefhcardoso disse...

Tânia, mãe é tudo. Mãe é foda. (sorrio)

Abraço do Jefhcardoso

jefhcardoso disse...

Tânia, falando do Áspera Seda em quem você comentou: estou pensando em enviar este comentário ao Michel. Acha que devo? Quero a sua opinião. A sua e a dos outros que comentaram o texto.

Por que o espanto no rosto ao lhe ver. Espanto? Você é um cara boa pinta, velho.
Por que prantos ao lhe ver?
Uma pessoa que só fala coisa que magoa.
Meu, espero que sete anos depois essa relação tenha tido um desfecho positivo para vocês. (sorrio).

Cara, tudo muda. E como é hoje? É a mesma canção?

Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Tânia regina Contreiras disse...

Anita, Milhita, Assis, Jefh, todos vocês, obrigada pela presença na Casa da Imaginação. Carinho para todos. Jefh, já vi que comentou no Áspera Seda, não pude ler antes seus comentários.
Beijos

Machado de Carlos disse...

Bela mensagem você deixa por aqui. fico contemplando detalhe por detalhe.

“Gostei, uma homenagem bonita. É bom poder ter esses minutos nos dias, de chegar, olhar e entender um pouco da alma de um poeta”.

... E a mulher, um ser vital para enriquecer os nossos dias. Nós precisamos das mulheres, senão não haveria a razão para a própria vida.

Parabéns a Vocês todos, mulheres!

Tânia regina Contreiras disse...

Machado, obrigada pela parte que me cabe. E na verdade, homem e mulher que se procuram, que se procuraram e vão sempre estar em busca um do outro, porque são duas metades descasadas que se querem unir. É a lei agindo...
abraços

Pâmela Grassi disse...

Noite é mãe,
seu útero é a lua,
com sua face perplexa que nos presenteia de luz,

Tânia,
poesias bonitas as suas,

Tânia regina Contreiras disse...

Pâmela, grata pela visita e pleo carinho. Fui até o seu mosaico de cores agradecer a visita.
Grande abraço,
Tânia

Sebastiano Landro disse...

Es un post muy bonito, un saludo!

Andrea de Godoy Neto disse...

É, Tânia, a noite é mãe...e nos seus braços e embalos tudo nos parece maior...

Belissimos teus versos!!

grande abraço

Tânia regina Contreiras disse...

Sebastiano, agradeço tua presença em minha casa e a sua gentileza. Abraços

Andrea, tua presença me alegra. grata e um grande abraço.