8 de janeiro de 2017

Os tristes olhos negros do varredor de minha rua









Como
Se parecem
Os homens
De fardas
Azuis
Amarelas
Laranjas
Vermelhas
Homem
Do Gás
Dos Correios
Do carro do lixo
Das varreduras de ruas
Como
Se parecem
Os homens
Com a logomarca
Das empresas
Com o jaleco branco
Com os distintivos
Mas...
A cor dos olhos
O sorriso franco
O semblante triste
: Tudo insiste em me
dizer que existe vida
Sob os panos coloridos
Que uniformizam a vida
Sofrida de quem silencia
Entre cores estigmatizantes

Nenhum comentário: