24 de setembro de 2010

De passagem...


28 comentários:

Sílc disse...

Linda imagem, minha Flor violeta. bom poder voltar e te visitar.
E deixo um convite:
Ah!Nova Postagem na minha Casa.
Espero sua visita, e um retalho se desejar.
com amor e carinho,
Sílvia
http://www.silviacostardi.com/

AC disse...

Respeitando o seu silêncio, apenas um breve "olá!".

Bípede Falante disse...

Uma imagem muito simbólica e inquietante.
Estou sentindo sua falta, dessa bailarina e de seu corvo.
beijos.

Ives disse...

que magia, abraços

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

A fotografia é um desespero de silêncios na paz eterna de um corvo.
Jorge Manuel Brasil Mesquita
Lisboa, 25/09/2010

Luiza Maciel Nogueira disse...

:), não estás de passagem querida! vive a vida!

beijo

Assis Freitas disse...

passagem sempre luminosa,


beijo

Rayuela disse...

sólo de paso?
pues igual me alegro de verte!

besos*

Teca Eickmann disse...

É o que todos estamos, não?
Apenas de passagem.

Você conhece o site http://olhares.com pra você que gosta de imagens, é muito bom.

Renata Bezerra disse...

Tudo é passageiro, mas nem por isso podemos deixar de agir - e sentir - como se fosse para sempre...

Abraço, Tânia.

Zélia Guardiano disse...

Lindíssimo, Tania!
Aguçou a saudade...
Você faz muita falta!
Beijo, querida amiga!!!

Mgomes - Santa Cruz disse...

Tania de Passagem,lindo titulo mas espero que voltes de Pressa ou então pssa muito devagar.
Beijos
Santa Cruz

Andrea de Godoy Neto disse...

e as passagens são assim...de um chão sumido diante dos pés que insistem em caminhar.
mas em algum lugar ele está. Em algum lugar nos fará chegar.

beijos, Tânia querida! saudades de ti

Bípede Falante disse...

Tá tudo bem, Tãnia???

Tania regina Contreiras disse...

Pessoas, estou mesmo é sem tempo, mas tentando visitar um ou outro blog, na medida do possível.
Beijos e obrigada a todos!

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

o que na sepultura se esconde ?talvez o que sempre desejamos nunca ter nascido em nós, mas vale uma lágrima de saudade do que um amor só em maldades.
Ps- adorei a nova foto

lucidreira disse...

Muitas vezes as imagens falam mais que a própria palavra.
Obrigado por estar sempre lá no Lu Cidreira.
Abraço

Arnoldo Pimentel disse...

Uma imagem que transmite uma solidão.Parabéns, beijos

Jorge Pimenta disse...

tânia, querida,
os silêncios tornam-se a voz maior, tantas vezes... que bom que, apesar de silente, vais deixando, aqui e acolá, as impressões digitais do teu coração imenso.
um beijo com admiração!

ju rigoni disse...

Imagem bela e inquietante.

Bjs, Tania. E inté!

M@ria disse...

Sua alma poética se mesclou à minha...
transborda o teu excesso
e joga pelas pupilas o teu contentamento!
Meu olhar beira as estrelas
quando te vê chegar...

Denise Flor

Bom dia com amor e poesia!!M@ria

INHOSPITUS disse...

en passant?

Tânia, espera que esteja tudo melhor contigo... estamos te esperando... Beijo. Jacson.

Mar Arável disse...

A vida é uma passagem

Agarremos a vida

por um instante

Gerana Damulakis disse...

Sentindo sua falta.

Wania disse...

Tania querida

Que o tempo te dê uma trégua logo!


Dias de luz pra ti,
Bjs

Sél disse...

a Violeta não está...Ó_Ò
só vi um lindo pássaro roxo,
esperando ^^

Bjs Tânia, até breve

Primeira Pessoa disse...

uai,
e já que passou, fique.

violete-nos com doçura (rs).

taninha,
saudade d'ocê.


ah, adorei a fotinha nova. tremenda luneta.

beijo do

r.

Tuca Zamagna disse...

Essas pausas são necessárias, seja por falta de tempo, seja por demanda de silêncio. E sempre resultam vantajosas, proporcionando uma volta movida pelo desejo e pela saudade.

Beijos