18 de agosto de 2010

Essa Ilha



Imaginem se um dia uma ilha descobre que é uma montanha imersa... Imaginem se compreendemos que há em nós um mundo submerso que precisa ser despertado e vivenciado... O quanto sabemos de nós mesmos? A quantas outras ilhas estamos interligados sem que o saibamos? A ilha é uma fábula de autoconhecimento e está no novo post do Caminhos de cura (http://caminhosdecura7.blogspot.com/). Uma leitura reflexiva. O texto é de Ricardo Kelmer.

14 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Oi amiga, tem um selo de presente no meu blog
http://ventosnaprimavera.blogspot.com
Espero que goste,beijos.

Assis Freitas disse...

montanhas submersas jazem sob nossos olhos febris e não conguimos divisá-las,

beijo

Por que você faz poema? disse...

Somos, todos, montanhas submersas.

Jorge Pimenta disse...

querida amiga tânia, em se tratando do ser humano, devemos sempre falar na teoria do icebergue; é sempre mínimo o que os olhos alcançam conparativamente com o universo por explorar que jaz submerso. consciente ou inconsciente?...
um beijinho!
p.s. deixaste-me arrepiantemente silencioso diante do teu testemunho, a propósito deste post último lá no viagens de luz e sombras. um sincero obrigado. sabe que não dispenso encontrar-te aqui, bem assim como nos blogues que nos são comuns. sei que o sabes.

Luiza Maciel Nogueira disse...

que ótimo Tânia, há tanto submerso que já as palavras afogam :)

bjs!

Renata Bezerra disse...

E quantos de nós passamos a vida inteira sem conhecer nossas reais dimensões, enxergando apenas o visível?

Beijo, Tania.

lucidreira disse...

Tem muitas pessoas que se acham como uma nine ilha e sabe tudo sobre si mesmo. Já foi dito aqui por varios comente todos nós somos uma imensa montanha submersa, eu só não quero ser um iceberg eles são frios, géldos.
Abraço

Gerana Damulakis disse...

Há tanto de ilha submersa na alma; às vezes até emerge, talvez diante de momentos especiais, de muita dor, ou de muita alegria.

Machado de Carlos disse...

Neste universo, somos uma amostra em forma de ilha. Sendo assim, lembramos que as ilhas vêm ao mundo, sozinhas e seguirão, até ao fim, também sozinhas.
Um grande abraço!

Mgomes - Santa Cruz disse...

Ola Tánia: todos nós somos como uma ilha que fica submresa de aguas e ficamos sem saber aquilo que nos rodeia. Nos apenas somos a mais pequena pequena parte dessa ilha.
beijinhos
Santa Cruz

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

Somos essa montanha e o que dói mais , um dia morremos sem ao menos sairmos da praia,

Guará Matos disse...

Olá, a vi no blog do Lu Cidreira e me deu curiosidade de vir aqui.
Uma bela página, belos textos, um bom lugar.
Bjs.

ONG ALERTA disse...

Nossa vida é uma ilha, paz.
Beijo Lisette

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Menina
essas montanhas submersas, essas vontades recolhidas.... esse viver todo que nos espera. Como hoje estou feliz, acho tudo fácil sabe...

E anseio por mergulhar nessas profundezas....