2 de julho de 2010

Leonardo B., um domador de ausências

Leonardo B. é o barqueiro que nos leva de uma a outra margem de nós mesmos. Uma poesia onde salta aos meus olhos, sempre e sempre, os elementos. Abraços imensos que envia sempre aos seus leitores. Os versos de Leonardo têm raízes, trazem folhas dançando ao vento, banham-se em águas ancestrais. No coração do Poeta, o fogo - sempre! Para quem não o conhece, Leonardo tem o blogue A Barca dos Amantes (http://abarcadosamantes.blogspot.com), inúmeros seguidores apaixonados pela sua poesia, e foi entrevistado agora por Marcelo Novaes, no seu Bloco de Notas, que, aliás, traz muitas entrevistas interessantes. Confiram a entrevista no



Domador de Ausências

(Leonardo B.)

A haver mais um dia,


Não, não é hoje!


- O vento sopra forte


E chove em temporal, lá fora,


E o gelo cansado

Repousa na estrada.


A haver mais um dia,


Tem a noite que aguardar por mim.


Além, um pouco mais além


Por detrás dessa muralha,


De pedra em pedra amontoada,


Há um vento confuso


Que sopra sul sopra norte sopra este


Sopra o quanto do quanto a letra demora,


Sopra o reflexo dum pouco de nada


E a haver mais um dia,


Decerto não é este que corre


Rodopia ou rasga ou foge!



A haver mais um dia


Não tem que necessariamente ser assim!


Uma coisa é ser vivo,


Outra coisa ser forte;


Outra mais diferente ainda, é dizer


Que o que resgato dentro


Deste pedaço de vida, pode ter fim,


Porventura, à passagem deste dia.


Por mim, não!



Se bater nessa porta antiga,


Por dois toques para me chamar, diz-lhe


À noite, que espere,


Que agora não estou!

33 comentários:

Andrea de Godoy Neto disse...

Tânia, o Leonardo é mesmo um poeta de tirar o fôlego. Tenho viajado sempre em sua barca. E nessa entrevista ele mostra ainda mais a profundeza, né?

um beijo pra ti

Assis Freitas disse...

belo exemplo da poética do Leonardo,

beijo

lucidreira disse...

Realmente tem toda razão em repassar para seus leitores esta poesia. Naõ conhecia o Lenardo nem nuca tinha ouvido falar, e agora irei sempre no espaço A barca dos Amantes.
Você está de parabéns por ter amigos e seguidores desse quilate.
Bravo
Abraço

Sylvia Araujo disse...

Ele é um encantador de palavras. Parece que quando sopra o seu dentro, elas o seguem feito naja na cesta - hipnotizadas. E nós também, que ninguém que traz um coração resiste à uma melodia doce dessa.
A entrevista tá impecável.

Lindo, Tânia!

Beijoca

Tania regina Contreiras disse...

Andrea, como fã, leitora assídua, adorei conhecer um pouco mais do Leonardo. E vamos nessa barca, que só tem coisa boa! rs
Beijão,
Tânia

Tania regina Contreiras disse...

Assis, sim, os versos de Leonardo são profundamente belos!
Beijo pra vc..
Tânia

Tania regina Contreiras disse...

Lu, que bom vc vai fazer parte da Barca, que é imensa e cabe tanta gente. Ele é de fato muito inspirado, talentoso.
Abraços,
Tânia

Tania regina Contreiras disse...

Sylvia, ficou demaia a entrevista, né? Falou certo: o Leonardo é um encantador mesmo com suas palavras.
Beijos,
Tãnia

Juan Moravagine Carneiro disse...

O barqueiro realmente nos inspira através de sua poesia...

Machado de Carlos disse...

Poesia para mim é como ser repórter das minhas emoções em tempos determinados e diferenciados. Sentimos uma emoção, aí pode sair um verso.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

O poema é belíssimo.
Mas há um outro poema escrito nas entrelinhas.
O reconhecer no outro a ternura,
e falar dela com
olhos de esperança.
Acredito que ao ler tuas palavras,
o poeta inundou-se de vida.
Para isso servem as palvras,
que em ti tornaram-se alegria.


Dias de paz para ti.

Zélia Guardiano disse...

Tania
Encantei-me com a poesia maior de Leonardo. Vou seguir o blog . Fico-lhe muito grata pela indicação.
Grande abraço, amiga!

Tania regina Contreiras disse...

Juan, pra mim esta é uma das razões da exist~encia de um blog: possibilitar esse intercâmbio, que um leve ao outro aquilo de Bom, Bem e Belo que encontramos no caminho. E Leonardo é essa semente que nós, como vento, levamos...
Abraços,
Tânia

Tania regina Contreiras disse...

Machado, sentir e versificar: nem todos podem ou sabem fazê-lo, mas aianda bem que há os que o fazem e nós ganhamos ao ler, você ebm sabe disso.
Abraços, querido,
Tãnia

Tania regina Contreiras disse...

Aluisio, no mínimo, no mínimo me sinto muito grata por poder desfrutar dessa beleza que outros criam em versos, em arte...Falar sobre essas pessoas é como se cumprisse um destino de fazer pontes para que todos possamos desfrutar dessa beleza que é a Poesia.

Abraços,
Tânia

Tania regina Contreiras disse...

Olá, Zélia, já andamos por outros caminhos, encontramo-nos por aí, agora veremo-nos nas travessias do Barqueiro, que bom!
Grande abraço pra você!
Tânia

Leonardo B. disse...

[ao ler este trecho de Pessoa, de imediato o sinto necessidade de partilhar... sobretudo com os meus: Não sei quem sou, que alma tenho.

"Quando falo com sinceridade não sei com que sinceridade falo. Sou váriamente outro do que um eu que não sei se existe (se é esses outros).
Sinto crenças que não tenho. Enlevam-me ânsias que repudio. A minha perpétua atenção sobre mim perpétuamente me ponta traições de alma a um carácter que talvez eu não tenha, nem ela julga que eu tenho.
Sinto-me múltiplo. Sou como um quarto com inúmeros espelhos fantásticos que torcem para reflexões falsas uma única anterior realidade que não está em nenhuma e está em todas."...

não tem a haver com o quanto me sinto agradecido pelo carinho acontecido, até porque agradecer é simples... com sinceridade, já não é tão fácil! Prometo que quando encontrar a palavra correcta a enviarei... até lá, pouco mais posso, que enviar]

Um incondicional e
Imenso Abraço, Tânia

Leonardo B.

* para mais um pouco de gratidão... http://impressoesdigitais2.blogspot.com/2010/07/o-segundo-abraco-atlantico.html

Tania regina Contreiras disse...

Leonardo, levá-lo a outros, para que outros possam, como eu e tantos, desfrutar dessa beleza de teus versos não deixa de ser parte do meu destino de "ser ponte". Ponte para o belo e profundo. Quem é Leonardo B.? Essa multiplicidade de seres que falam através de ti? Pois é também aos inúmeros seres que te habitam que agradeço.
Não é preciso palavras de agradecimento. Teus versos já falam sempre e têm logo e profundo alcance.
Abraços, Leonardo, assim imensos, como os teus.
Tânia

Rita Contreiras disse...

Acho incrível essa ponte que vc faz com os poetas, levando-nos ao encontro dos vários universos que a palavra nos abre. Amei a poesia. Vou conhecê-lo melhor. abraço.

Bípede Falante disse...

Ele tem mesmo gigantesco talento!

nydia bonetti disse...

É verdade. A poesia de Leonardo desperta em nós memórias ancestrais. Poesia intensa, de rara beleza, que às vezes soa-me como parábolas ou cânticos, outras vezes quase épico. Bonito demais. beijos.

Tania regina Contreiras disse...

Oi, Rita, conheça-o, sim, e se encantará como espaço, com a poesia intensa. A ponte, bem ponte somos todos nós por aqui...
Beijos,
Tânia

Tania regina Contreiras disse...

Bípede, sim, um talento maravilhoso, impossível ficar incólume ao lê-lo...
Beijos,
Tânia

Tania regina Contreiras disse...

Nydia, é verdade, não tinha pensado dessa forma, mas soa sim como parábolas ou cânticos a poesia do Leonardo.
Abraços pra ti
Tânia

AC disse...

Não conhecia o Leonardo, vou agora tentar saciar a minha curiosidade. E, pela amostra, a alma vai ficar saciada.

Bj

Tania regina Contreiras disse...

Olá, AC, tenho certeza de que vai ficar fã da Barca e do Leonardo. Grata pela visita.
Abraços,
Tânia

Denise disse...

Grata por compartilhar essa linda viagem de encantamento e emoção.

afagos agradecidos

Tania regina Contreiras disse...

Oi, Denise, já vi que andou na Barca, e isso é um vício, a gente não para mais, vamos de uma margem a outra sempre. Grata pela visita.
Abraço,
Tânia

Efigênia Coutinho disse...

Tania, voce foi muito feliz com esta sua postagem, este poeta leornado, tem uma poesia que transcende tudo, ela é pura alquimia,
PARABÉNS.
Com admiração,
Efigenia Coutinho

Tania regina Contreiras disse...

Efigenia, entendo também como uma alquimia o que acontece nos versos do Leonardo. E ficamos então embevecidas diante de tanta beleza e profundidade.
Abraços,
Tânia

Machado de Carlos disse...

Sempre feliz com a sua chegada trazendo luzes para o meu coração!

Tania regina Contreiras disse...

Abraços, Machado!
Tânia

Cgurgel disse...

Tania,
assim exclamo e vivo por cada palavra que aqui encontro. como beira de mar sem habitação. proa de uma poesia que me encanta.
do
Cgurgel